Seven sisters songlines

As linhas musicais das sete irmãs | mitologia aborígene australiana.

Um Ser Ancestral, Jampijinpa, predador solitário e libidinoso, inicialmente na aparência de um homem, que tambem assume a forma de serpente e outros animais, persegue implacavelmente as sete irmãs que fogem atravessando a Austrália desde o extremo oeste ao leste.

No trajeto elas vão mudando de forma para flores, rochas e árvores com a intenção de se protegerem do seu perseguidor.

Depois que a mais nova das sete irmãs é brutalmente pega e fica gravemente doente as outras irmãs, se unem ao seu redor em um círculo feminino e familiar de cura e proteção. A saga tem seu momento engraçado, quando no topo de uma montanha em Pangkal, elas resolvem expor seus genitais todas juntas e rindo se elevam ao céu onde se transformam nas sete estrelas que formam as plêiades, Kungkarangkalpa, ficando a salvo para sempre do assédio.

Song lines são a forma como os vários povos aborígenes australianos traçavam seus mapas na era pré-escrita. São compostos por estórias contadas de forma oral acompanhada de sons e músicas. Como havia diversidade de línguas aborígenes era dada maior importância a estes sons e a composição harmônica entre eles, que revelava a geografia, a fauna e a flora dos lugares que o mapa pretendia mostrar. Eram cantadas nas diversas línguas que não representavam um barreira. A melodia e o ritmo marcam o trajeto e ouvir as song lines e similar a caminhar e observar a terra. Os povos aborígenes consideram a terra sagrada e por isso estas musicas precisam ser continuamente cantadas para manter a terra viva.

As principais song lines atravessam a Austrália do oeste ao leste e do sul ao leste, juntado-se num local específico de conexão muito intensa, Cavenbash, the meeting point, o nome aborígene para Byron Bay. Pela intensidade energética do local era um local de passagem temporária que os aborígenes reverenciavam.

Minyipuru at Pangkal, 2016, by Mulyatingki Marney, Nancy Nyanjilpayi Chapman and May Wokka Chapman, Martumili Artists.

 

Kungkarrangkalnga-ya Parrpakanu (Seven Sisters Are Flying), 2015.

David Wroth, Japingka Gallery

David Wroth, Japingka Gallery

 

Referencia e mais informações:

– National Museum Australia. Houve uma exposição com experiências multimídia “Songlines: Tracking the Seven Sisters”. No site tem inúmeras informações e vídeos

http://www.nma.gov.au/exhibitions/songlines

– http://arakwal.com.au/category/explore-our-country/significant-sites/

– https://japingkaaboriginalart.com/articles/star-dreaming-seven-sisters/

Ninesh 2019 - Todos os direitos reservados